Translate

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Medicação? Refluxo? Cura?

Nesses últimos dias, nos nossos grupos, conversarmos sobre coisas que são meio confusas no universo da laringomalácia. Então sejam muito bem vindos ao resumão das perguntas da semana 👶👩👨👧👦

Qual a relação do refluxo com a LM?

Por que falam tanto dessa associação?


Como podemos, ver na ilustração abaixo, a laringe e o esôfago são vizinhos muito próximos. Pensando nisso faz muito sentido que o que aconteça num tenha impacto no outro.

Vivendo com Laringomalacia

Bebês com laringomalácia, muitas vezes, fazem certo esforço na respiração e isso pode estimular o refluxo. Muitos bebês pequenos tem um certo grau de refluxo fisiológico, do tipo que não é considerado uma patologia. A irritação no esôfago acaba deixando a laringe mais sensível e, consequentemente, piorando os sintomas da LM. Por isso pode ser bem comum que uma coisa leve a outra.

O tratamento do refluxo é considerado um dos tratamentos de primeira linha em crianças com LM. Essa possibilidade tem que ser avaliada pelo seu especialista. Somente o médico tem condições de prescrever medicamentos para o seu bebê.


NUNCA medique seu filho por conta própria só porque ouviu falar, leu na internet ou a amiga do vizinho disse que pode ser bom. Medicação é só com o médico. Sem exceções!


Quais as opções de tratamento para LM?

A laringomalácia geralmente tem um prognóstico muito bom. A maior parte dos casos se resolverá espontaneamente sem que seja necessária intervenção cirúrgica.


Quando existe a suspeita de laringomalácia, o o bebê deve ser avaliado por um otorrino pediatra que seja especialista nessa questão. Ele que terá condições de, através da do exame clínico e do exame de vídeo, confirmar o diagnóstico e determinar o que deve ser feito.


Na ausência dos sinais de gravidade, o médico faz o acompanhamento do bebê e observa o desenvolvimento da criança. Também é possível que ele proponha um tratamento para refluxo visando a melhora dos sintomas da LM.


Apenas nos casos graves (menos de 10%) a cirurgia será indicada. A cirurgia é o tratamento de escolha quando o médico constatar que a condição do seu bebê é grave
ou quando existir outro problema associado. Os sinais de gravidade incluem dificuldade para se alimentar, engasgos importantes, quedas de saturação, cianose e dificuldades no ganho de peso.


É muito importante passar pela avaliação do especialista.
Ele é a pessoa que vai determinar o que é mais indicado para o caso do seu bebê 👶💛

Vivendo com Laringomalacia

Quando meu bebê ficará curado?

Você já deve ter ouvido falar que até os dois anos tudo ficará bem. Mas temos que ter em mente que a medicina não é uma ciência exata. Significa que isso não é uma promessa e sim uma estimativa de quando os sintomas e o estridor vão passar na maior parte das crianças.


Até lá é bem provável a LM do seu filho já esteja mais do que controlada. Até os dois anos é apenas uma perspectiva de quando a laringomalácia se resolverá por completo. Seu bebê provavelmente terá alta do seu otorrino bem antes disso.


A gente se atrapalha as vezes porque esquece que a LM não é uma doença adquirida. É uma condição do corpinho dele. Portanto a cura está diretamente relacionada com o seu desenvolvimento. Esse é o ritmo que determina quando isso vai acontecer. E ele é extremamente variável de criança para criança.


Então, assim como os sintomas podem sumir bem antes dos dois anos, eles podem passar disso sem que signifique necessariamente que algo está errado. Faça o acompanhamento com o seu médico, siga as recomendações, faça os tratamentos, observe seu bebê e de tempo ao tempo. Paciência é uma virtude - pelo menos é o que dizem por aí 😅😁😋


E não esqueça também que cada caso é um caso e que maiores detalhes sobre o seu bebê você deve conversar sempre com o seu médico assistente 😉😊

ATENÇÃO
Todo conteúdo que disponibilizamos é meramente informativo. O diagnóstico e a condução do tratamento só devem ser feitos pelo seu médico!!! Textos e comentários NÃO SUBSTITUEM a consulta médica. Se você acha que o bebê está com problemas para respirar, chame a SAMU ou procure o pronto atendimento!

Publicado 31/08/2017
Revisado 19/02/2019

Um comentário:

  1. Oi meu BB tá com quatro meses e vinte e quatro dias e tem ré tem refluxo e lm, estrindor, dificuldade dificuldade respiratória não dormia nem se alimentava direito, mais agora ta melhor mas continua com estrindor

    ResponderExcluir

Compartilhe conosco suas idéias, experiências e o que mais tiver vontade =)