Translate

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Antecipar o amor

Ser mãe de prematuro é a antecipação e intensificação do amor. É a descoberta de sentimentos que só pais de prematuros sabem explicar. É sentir que o amor, o medo e até desespero, na maioria das vezes, andam lado a lado.

Nossos prematuros Pedro e Laura tiveram que nascer dia 26 de março de 2016, quando foi constatado que o Pedro estava em sofrimento. Então foi feita a cesária com 34 semanas de gestação. Laura nasceu no susto, com 2.145kg e teve que ir para o cpap para aprender a respirar. Ficou no hospital por 21 dias entre UTI e UCI e logo ganhou alta. Pedro já sabia que tinha que sair daquele lugar, que por meses o sustentou, abrigou e e deu conforto. Esse que não existia mais, pois de tão arteiro e sapeca resolveu brincar com o cordão umbilical e se enrolou feio: ficou com 03 voltas e meia muito apertadas em seu pescocinho fazendo com que sua vida ficasse em risco. Se preparou para chegar e chegou com tudo. Trouxe com ele a força e a coragem que poucos guerrilheiros carregaram.

Com eles descobri que mãe tem nervos de aço. A Marvel que criou todos os super heróis das histórias em quadrinhos e esqueceu de colocar a Super Mãe e o Super Pai. Vivemos por muito tempo dias de dúvidas, de insegurança, de descobertas, de explosão de amor de carinho. Hoje temos uma dupla bem animada em casa. Pedro, com suas limitações físicas (hoje já não são tantas assim) nos ensina que não existem limites e sim pessoas limitadas. Nos ensina que todo diagnóstico é muito importante para que possamos tratar mas, que o mais importante é ter fé e acreditar que tudo é possível. A Laura nos mostra o quanto Deus foi sábio em enviar ela junto ao Pedro. Ela é carinhosa, inteligente, estimula e cuida ele como ninguém. Eu tenho certeza que se ele conseguiu suportar tudo até hoje foi por saber que tem essa outra metade dele que está sempre a sua espera para ser completo.

Devo ao hospital de Tramandaí toda gratidão! Me acolheram com o pré natal e com a minha internação 15 dias antes da cesárea. A equipe do CO que sempre foi muito carinhosa comigo e principalmente a Equipe maravilhosa da UTI neonatal. A Dra Julia e a Dra Leda que sempre foram espetaculares no atendimento aos meus pequenos. Aos demais pediatras, enfermeiras e técnicas de enfermagem. A fisio Elisandra, a nutri Cati e a fono Cecília. A maravilhosa e admirável TO Elaine.

Agradeço a todos envolvidos os cuidados e o carinho sempre tiveram comigo e minha família. Tenho respeito e admiração por todos vocês, vocês são maravilhosos!

Amor antecipado, cuidado redobrado!
Novembro: mês da prematuridade ♡
By mamãe Joci